Erros Fantásticos: O Discurso “Faça Boa Arte” – Neil Gaiman

imagesFaçam boa arte. Esse foi um pedido sincero de ninguém menos que Neil Gaiman quando discursou para a turma de 2012 da University of the Arts na Filadélfia. Um discurso autêntico e repleto de significado – durante os 19 minutos em que falou, dois dos mais emblemáticos conselhos de Gaiman foram “criem suas próprias regras” e “cometam erros”. Os conceitos libertadores defendidos para os alunos deram origem ao livro.

Gaiman teve a colaboração crucial do renomado designer gráfico Chip Kidd. A dupla abusa dos recursos gráficos e da metalinguagem para expressar o poder da criatividade. Gaiman alega que em qualquer área artística e de criação mesmo os erros que cometemos têm um grande potencial: com sensibilidade e muito trabalho, podem se transformar em brilhantes insights. Em relato pessoal, ele explica que certa vez, escrevendo Caroline em uma carta, inverteu de lugar o A e o O, e logo percebeu que Coraline parecia um nome de verdade. Um erro banal que, nas mãos do autor, tornou-se um fantástico acerto. Coraline é o título de um conto de fadas às avessas, publicado por Gaiman em 2002 e, mais tarde, adaptado para os cinemas. Uma história que conquistou milhares de novos admiradores para o trabalho do já aclamado autor.

Motivação! Não tem palavra que melhor defina o livro “Erros Fantásticos: O Discurso Faça Boa Arte”, de Neil Gaiman. Quando você estiver na bad achando que nada é possível. Leia este livro. Quando você estiver com um projeto em mente, mas acabou desistindo por medo. Leia este livro. Quando você se sentir desmotivado pelas pessoas que o cercam a respeito de coisas que você tem vontade de fazer. LEIA ESTE LIVRO.

Em 2012, Neil Gaiman fez um discurso para a turma de formandos da University of the Arts, na Filadélfia. “Faça Boa Arte” foi um pedido que ele fez às pessoas que estavam presentes no local.

Através de dicas, Gaiman fala sobre como é necessário acreditar e apostar em projetos e/ou sonhos, mesmo que eles pareçam impossíveis. No discurso, o escritor incentiva às pessoas a arriscarem.

“Se você tem ideia do que quer fazer, do que veio fazer, então simplesmente vá e faça.”

Além de dar dicas, Neil conta também sobre como se tornou escritor e mostra exemplos de como as coisas podem dar errado. E que apesar do fracasso, é preciso persistir.

“Às vezes a vida é dura. As coisas dão errado, na vida e no amor e nos negócios e nas amizades e na saúde e em todos os outros aspectos que podem dar errado. Quando as coisas ficarem complicadas, é assim que você deve agir: Faça Boa Arte. É Sério”.

Anúncios

Cinco séries que coloquei na geladeira

Todo mundo tem aquela série que dá uma preguicinha de continuar, não é mesmo? Por causa disso, coloquei algumas na geladeira. Resolvi dar um tempo porque não tava rolando e eu sou uma pessoa que não gosto de ficar me forçando a ver algo que não estou conseguindo gostar ou me apegar a algum personagem. Então decidi dar um tempo e depois tentar assistir novamente em algum momento da vida.

Selecionei cinco séries que não atualizo há um bom tempo, por motivos de: preguiça, cansei da história ou porque simplesmente fiquei saturada.

1. Selfie

247425

A série parecia interessante pela sinopse, porque tem tudo a ver com o atual momento da sociedade: pessoas que se importam mais com redes sociais do que com a vida real. Comecei empolgada e acabei ficando com preguiça de continuar depois do primeiro episódio. Como proceder?

2. 2 Broke Girls

b5fbf2c2-1ad0-40d4-8d7a-4233d35eeec1

Quando comecei a assistir esta série achei-a bem leve, daquelas que você assiste vários episódios seguidos sem cansar. Depois ela foi ficando cansativa e eu já não estava vendo mais graça, então resolvi dar um tempo. Vai que quando eu volte a assistir goste de novo, não é mesmo?

3. Skins

Skins9

Tenho uma relação de amor e ódio com esta série. Comecei assistindo a primeira geração, mas cansei e pulei para a próxima (que se passa nas temporadas três e quatro). Conclui as duas temporadas, mas ainda não vi os episódios soltos da sétima. Confesso que fiquei chocada a season finale desta geração e ainda não me recuperei #socorro.

4. Pretty little liars

pretty-little-liars-pilot

PLL era a minha série favorita, até Marlene ficar na enrolação para contar quem é -A. Eu estava na quarta temporada, a quinta já estava no ar e ninguém sabia ainda quem era -A. Logo em seguida foi anunciado que a série seria renovada por mais duas temporadas., ou seja, surtei, né? Então deixei o tempo passar, concluí a quarta temporada, iniciei a quinta, mas ainda não finalizei a série, até porque já peguei mil spoilers nas redes sociais e se tem uma coisa que não gosto essa coisa se chama spoiler.

5. Glee

39072_

Comecei a ver Glee por causa de um amigo que é louco/surtado nessa série. As músicas são maravilhosas e eu amava quando os personagens cantavam, mas acabei ficando com preguiça porque são seis temporadas, cada episódio tem 40 minutos e eu já pegouei vários spoilers na redes sociais, como aconteceu com pll. Para completar, a série foi retirada da Netflix #chateada.

‘Livrão’ do Felipe Neto é lançado em setembro em Salvador

Foto-6

Felipe Neto lança ‘livrão’ em Salvador (Foto: Reprodução)

youtuber Felipe Neto vai lançar seu novo livro em Salvador no dia 30 de setembro, a partir das 15h. O evento acontece na Livraria Leitura, do Shopping Bela Vista e contará com sessão de autógrafos.

Para participar o leitor precisa ter o livro e pegar uma senha, que estará disponível no dia 21 de setembro, às 11h, no local do evento. Cada senha tem direito a um autógrafo. A participação está limitada a 600 senhas para autógrafos e até 1.000 no total. As primeiras 600 senhas terão direito a um autógrafo e foto com o autor, as demais somente foto e carimbo personalizado no livro. Para mais informações acesse a página dovento no Facebook.

O “livrão”, como é chamado, é uma revista que contém fotos exclusivas e textos inéditos escritos por Felipe. Além disso, o leitor também encontrará jogos e posters para colocar onde quiser.

Segundo o autor, em vídeo divulgado em seu canal, dentro da revista contém um segredo para baixar e que esse “segredo” seria o grande lançamento de sua carreira. Outra novidade é que o livro também será publicado em Portugal, mas ainda não há data divulgada.

O livro pode ser comprado pela internet através dos sites das livrarias Saraiva e Curitiba. Confira abaixo a capa e a sinopse.

felipe-livrao“Do anonimato ao sucesso, Felipe Neto batalhou, e muito, para conquistar toda a fama que tem hoje. A explosão do youtuber não se deu do dia para a noite, ao contrário, exigiu muita dedicação e amadurecimento ao longo de sua caminhada. Pela primeira vez, Felipe decidiu abrir a sua vida para os fãs e topou contar toda a sua história por trás das câmeras. Esta edição traz a trajetória e muitas curiosidades sobre um dos maiores influenciadores da internet, além dos novos projetos, jogos, papertoys, carteirinha de fã e muitos pôsteres. Tudo isso em uma publicação feita especialmente para milhões de corujas espalhadas por todo o mundo! Vai perder esse rebuliço?”

SERVIÇO
O QUE: Lançamento do “livrão” Felipe Neto em Salvador
QUANDO: Sábado, 30 de setembro, a partir das 15h
ONDE: Livraria Leitura, do Shopping Bela Vista
Entrada gratuita

Todo Dia – David Levithan

todo diaNeste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrarem a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Todo dia é um romance narrado em primeira pessoa e tem como personagem principal “A”, um ser que habita vários corpos e não tem gênero definido. Ao longo da resenha vocês irão perceber que chamo “A” de ele, no masculino, porque interpretei-o como um espírito.

“Havia dias em que me sentia como uma garota e dias em que me sentia como um garoto, e esses dias nem sempre correspondiam ao corpo no qual eu estava. Ainda acreditava em todo mundo quando diziam que eu tinha que ser uma coisa ou outra.”

“Ainda tinha que aprender que, no que se referia ao gênero, eu era e não era as duas coisas.”

“A” vive todo dia em um corpo diferente. Durante sua infância ele não conseguia entender esse fenômeno, mas com o passar dos anos passou a aceitar. Várias vezes ele pensou em como seria se tivesse um corpo próprio, ter uma vida, uma família, poder criar laços e fazer amigos. Só que, por mais que essa vontade gritasse, ele não achava justo “roubar” a vida de uma pessoa que não conhecia, até porque não sabia se isso era possível.

Tudo estava como sempre, dormindo em um corpo, acordando em outro… Até que um dia ele acordou no corpo de Justin. A partir daí as coisas começaram a mudar, porque quando habitou Justin, “A” conheceu Rhiannon, namorada de Justin, e acabou se apaixonando por ela.

“Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por gênero. Apaixonei-me por indivíduos. Sei que é difícil as pessoas fazerem isso, mas não entendo por que é tão complicado, quando é tão óbvio.”

A história gira em torno desse amor impossível. “A” fica sem saber se conta ou não a verdade para Rhiannon, afinal como contar sem que ela ache isso uma loucura?

Uma coisa que achei fantástica foi “A” poder acessar as lembranças das pessoas que ele habitava, porque dava para saber o que se passava na cabeça delas e como seus pensamentos influenciavam em suas ações e decisões.

Além disso, é possível perceber como cada pessoa tem um jeito diferente de enxergar a vida e quais dificuldades passam. Durante a leitura, o leitor consegue ver a perspectiva de uma pessoa obesa que vive acamada, de um viciado em drogas, de uma mulher que vive em prol da sua aparência, entre outros. O livro nos ensina a ter mais empatia com o próximo.

O autor, David Levithan, escreve de maneira leve e de fácil entendimento. Ao longo da leitura é possível refletir sobre diversos temas, como por exemplo, amor, religião e gênero.

Amazon distribui e-books gratuitos até a próxima quinta-feira (31)

AMAZON ELEFANTE

Escultura faz parte de parceria entre a Amazon e a Elephant Parade e está em exposição no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Foto: Reprodução / Divulgação.

Desde o começo do mês a Amazon.com.br disponibilizou alguns livros digitais para serem baixados. A promoção é uma parceria com a Elephant Parade, que é uma das maiores exposições de arte do mundo. Dezenas de esculturas de elefantes são decoradas por artistas locais e as ruas são “transformadas” em uma galeria a céu aberto.

As esculturas têm tamanho real de um bebê elefante e são exibidas em diversas cidades. Nesta edição, São Paulo foi a escolhida. Segundo a Elephant Parade, ao final de cada exposição, as esculturas são leiloadas e parte da quantia arrecadada é destinada à filantropia local, a projetos de preservação dos elefantes e aos artistas participantes.

Entre os títulos, a Amazon disponibilizou clássicos como “Triste Fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto e “Quincas Borba”, de Machado de Assis, além de livros contemporâneos como “Não Pare”, da autora FML Pepper. Cada leitor tem direito a baixar um livro.

Para ter acesso ao e-book é necessário acessar a página da promoção, escolher o livro e fazer login na sua conta da Amazon ou, caso não tenha, realizar o cadastro. Após o cadastro/login, o livro será baixado e ficará disponível para leitura em sua conta. Não é necessário ter o e-reader Kindle para ler. O livro pode ser lido no computador, no tablet ou no celular, sendo necessário baixar o aplicativo, que tem o mesmo nome do leitor digital.

Confira abaixo a lista de livros disponíveis para download:

“Machamba”, de Gisele Mirabai.

“Não Pare”, de FML Pepper.

“Triste Fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto.

“Quincas Borba”, de Machado de Assis.

“Cândido, ou O Otimismo”, de Voltaire.

“O Jardim Secreto”, de Frances Hodgson.

“Senhora”, de José de Alencar.

“Os 12 Hábitos das Pessoas Altamente Produtivas”, de Rogerio Job.

“Mente Magnética”, de Rogerio Job.

“O Garoto dos Olhos Azuis”, de Raiza Varella.

“Hackeando Tudo: 90 Hábitos Para Mudar o Rumo de Uma Geração”, de Raiam Santos e Simone Cavallari.

“Wall Street”, de Raiam Santos e Gui Pinheiro.

“Receber com charme”, de  Renata Rangel e Cláudia Pixu.

“O Pai Goriot”, de Honoré de Balzac.

“As Relações Perigosas”, de Choderlos de Laclos.

“Fragmentos, Opiniões e Miscelânea”, de Monteiro Lobato.

Escritora Pam Gonçalves divulga capa de seu novo livro ‘Uma História de Verão’

20374326_1631888896845379_4404675242710044710_n

Livro “Uma História de Verão”. (Foto: Reprodução / Facebook Pam Gonçalves)

Na tarde desta quinta-feira (27) a escritora e booktuber, Pam Gonçalves, divulgou a capa  e a sinopse do seu segundo livro solo, intitulado de “Uma História de Verão”. O título foi inspirado na música “História de Verão”, da Forfun, que é uma das bandas favoritas da autora. A data de lançamento ainda não foi divulgada.

Em sua nova obra, Pam narra a história de Analu, uma garota que está prestes a sair da casa dos pais para estudar em outro estado. Ana Luiza tem um irmão gêmeo que é o exemplo da família, diferente dela, que faz o que gosta sem se preocupar com o que os pais vão achar. Pouco antes de se mudar, ela decide aproveitar o último verão perto de casa com os amigos, mas o que ela não esperava era encontrar Murilo, sua grande paixão e primeira decepção amorosa. Ficou curioso (a) e quer saber mais? Leia a sinopse na íntegra.

Sinopse: É o último verão de Analu perto de casa antes da faculdade. Entre a dificuldade de se entender com seus pais, que queriam que ela cursasse Direito e não Cinema, e as persistentes comparações com seu gêmeo, André Luiz, o grande exemplo de filho que faz tudo para agradar, a garota está cansada de tanta hipocrisia e da cobrança de todos e só quer aproveitar suas férias com os amigos. O lugar é lindo, o clima está ideal e não faltam lembranças em cada cantinho da praia. Pena que nem todas são boas: a primeira decepção amorosa e grande paixão de Ana Luísa, Murilo, está de volta depois de dois anos com o sorriso cafajeste de sempre e novas promessas. De um lado, o futuro em uma nova e incrível cidade, São Paulo; do outro, os amigos, a família e um amor traiçoeiro que ao mesmo tempo machuca e envolve.

 

Livro ‘Para todos os garotos que já amei’ ganha adaptação para o cinema

09b5ba87a3b206ed69b52f94d7e91d47

Lana Condor como Lara Jean. (Foto: Reprodução)

Na tarde desta quinta-feira (21) a Intrínseca divulgou em seu blog que o livro “Para todos os garotos que já amei”, escrito por Jenny Han, será adaptado para às telonas.

O livro é o primeiro de uma trilogia e a narrativa gira em torno de cinco cartas que Lara Jean escreveu para os garotos que ela já amou, mas não são cartas de amor, são cartaz de quando ela quer se “desapaixonar” de algum garoto. Confira a resenha completa clicando aqui.

original

John Corbett como pai de Lara Jean. (Foto: Reprodução)

No elenco da adaptação tem muitos rostos conhecidos, como por exemplo  Lana Condor, de X-MenApocalipse, e John Corbett, de Casamento Grego.

Noah Centineo, de The Fosters, interpretará Peter Kavinsky; Janel Parrish, de Pretty Little Liars, dará vida a Margot, a irmã mais velha de Lara Jean; Israel Broussard, de Bling Ring: A gangue de Hollywood, será Josh e Anna Cathcart fará Kitty, a irmã mais nova da protagonista.

Segundo a editora Intrínseca, as gravações já começaram e estão acontecendo em Vancouver, no Canadá, mas ainda não há previsão para a estreia. Susan Johnson é responsável pela direção do filme e Sofia Alvarez pelo roteiro.

Janel-Parrish-Feet-710625

Janel Parrish como Margot. (Foto: Reprodução)

BpvXSkbCMAIMmt0

Noah Centineo como Peter. (Foto: Reprodução)

Bling+Ring+Press+Conference+66th+Annual+Cannes+V0dm1dEo3q6x

Israel Broussard como Josh. (Foto: Reprodução)

146620_PH1_3594

Anna Cathcart como Kitty. (Foto: Reprodução)

DFSODUBV0AADpom

Lana Condor, Janel Parris e Anna Cathcart. (Foto: Reprodução)

Para todos os garotos que já amei – Jenny Han

download

Para todos os garotos que já amei narra a história da doce Lara Jean, uma garota que perdeu a mãe e vive com seu pai e duas duas irmãs, Margot e Kitty.

A história do livro gira em torno de cinco cartas que Lara Jean escreveu para todos os garotos que ela já amou, mas não são cartas de amor e sim de quando ela quer desapaixonar-se de algum garoto.

Nessas cartas contém tudo que Lara Jean não tem coragem de contar, são os sentimentos mais profundos e todas as considerações acerca de cada garoto, após escrever Lara Jean coloca-as num envelope, escreve o endereço e guarda numa caixa com formato de chapéu que ela ganhou da mãe.

Porém, tem um dia que Lara vai procurar as cartas e cadê? Sumiram todas, daí ela descobre que as cartas foram enviadas para seus respectivos remetentes.
Já dá pra imaginar a confusão que foi, né? Todos os garotos querendo tirar satisfação com a Lara Jean.

Finalmente ela se acerta com um dos garotos ~não é spoiler~, mas pra chegar lá não foi nada fácil, Lara Jean teve que passar por muita bad, inclusive sua ex-melhor amiga, um ex-amor… O livro termina com mais uma carta. Mas será uma carta de despedida ou agora é uma carta de amor? E quem será o remetente? Essas respostas vocês saberão na resenha de “P.S.: Eu ainda amo você”, que é o segundo livro. O terceiro foi lançado maio  deste ano e se chama “Agora e para sempre, Lara Jean”.

Nota: (4/5)

Resenha colaborativa por Sara Egito

As melhores citações de Dois Garotos se Beijando – David Levithan

 

dois-garotos-se-beijando

“É isso que as pessoas fazem agora para organizar o dia: veem as caixas de entrada, leem o noticiário, veem os amigos falando de si mesmos, observam as explosões de 140 caracteres e navegam pelas informações de que precisam. É um mundo muito traiçoeiro que pede constantemente que você comente, mas não liga para o que você tem a dizer. A ilusão de participação pode às vezes levar à participação. Mas frequentemente só leva a mais ilusão disfarçada de realidade.” (p. 139)

“As pessoas gostam de dizer que ser gay não é como a cor da pele, não é uma coisa física. Elas dizem que sempre temos a opção de esconder. Mas, se isso for verdade, como é que eles sempre nos descobrem?” (p. 35)

“Há tantos momentos aos quais você acha que não vai sobreviver. Mas você sobrevive.” (p. 97)

“Dizer a verdade em voz alta a torna mais real.” (p. 152)

“O mundo está cheio de pessoas que pensam que diferente é sinônimo de errado.” (p. 157)

“Ele pensa que o amor é uma mentira que as pessoas contam umas para as outras para tornar o mundo suportável.” (p. 172)

“A morte é difícil, e encarar a morte é doloroso. Mas ainda mais dolorosa é a sensação de que ninguém se importa.” (p. 187)

“Todas as pessoas nascem iguais, independentemente de quem beijam ou com quem transam, independentemente dos sonhos que têm e do amor que distribuem.” (p. 213)

[Resenha] A Elite – Kiera Cass

CAPA-A-Elite

A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer e ela está prestes a perder sua chance de escolher.

Quando li A Seleção não entendia porque as pessoas elogiavam tanto essa série. Quando finalizei A Elite entendi e passei a gostar também.

PODE CONTER SPOILERS DE A SELEÇÃO. VOU TENTAR NÃO DAR SPOILERS DE A ELITE.

A Elite é segundo livro da finada trilogia que acabou virando série. Aqui temos uma America indecisa que ainda não sabe o que quer. Seu coração está dividido entre Maxon e Aspen – confesso que em algumas vezes até eu fiquei dividida.

– Só acho que formaríamos um bom ‘nós’.
– Formaríamos um ‘nós’ maravilhoso. (p. 49).

Às vezes, sinto que somos um nó complicado demais de desfazer. (p. 236).

Apesar do romance acabar se sobressaindo, neste livro passamos a conhecer um pouco mais dos personagens, da história de Illéa e dos ataques de rebeldes nortistas e sulistas. Nisso de conhecer mais sobre os personagens, passei a odiar o rei Clarkson e a admirar cada vez mais America por sua coragem e determinação. Após uma grande descoberta ela bota a cara pra jogo em rede nacional, mesmo sabendo que aquilo pode custar sua eliminação.

O ponto importante não era como eu me sentia com relação ao problema; era o que eu faria com ele. (p. 277).

Várias reviravoltas acontecem nas pouco mais de 300 páginas. O que aconteceu nos capítulos 9 e 28 mexeu muito comigo, meus olhos se encheram de lágrimas nas duas vezes.